ICMS/RJ - Secretaria de Estado de Fazenda fiscaliza empresas suspeitas de operações fictícias

21/08/2020

Serão vistoriados 32 estabelecimentos que movimentaram R$ 840 milhões em notas fiscais

A Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro (Sefaz-RJ) realiza, nesta semana, a Operação Maçarico XI, uma nova ação com o objetivo de investigar contribuintes suspeitos de simular operações de compra e venda, gerando créditos de ICMS de maneira irregular. Ao todo, serão vistoriados 32 estabelecimentos que, juntos, movimentaram R$ 840 milhões em notas fiscais nos últimos 12 meses.

Por meio de vistorias nessas empresas, conhecidas como noteiras, os Auditores Fiscais da Receita Estadual vão buscar indícios do real funcionamento dos estabelecimentos e da efetividade das operações que geram as notas. Apesar da suposta grande movimentação financeira, os contribuintes investigados apresentam baixa arrecadação de ICMS e gastos reduzidos nas contas de água e energia. Nos locais onde as suspeitas de irregularidades forem confirmadas, as inscrições estaduais serão impedidas preventivamente, enquanto correr o processo de cancelamento definitivo.

“Por meio desse trabalho, temos condições de invalidar os créditos gerados indevidamente, por meio das operações fictícias, e responsabilizar os beneficiários”, explicou Rodrigo Aguieiras, Superintendente de Fiscalização da Sefaz-RJ.

Fonte: SEFAZ RJ