Justiça Eleitoral gaúcha reúne com segurança pública para tratar das eleições 2020

03/08/2020

Os preparativos para as eleições 2020 foram o tema da reunião realizada última terça-feira (28) entre o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador André Luiz Planella Villarinho, e o vice-governador e secretário de segurança pública do estado, delegado Ranolfo Vieira Júnior, o superintendente da Polícia Federal no RS, delegado José Antonio Dornelles de Oliveira, o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Rodrigo Mhor Picon, e também com o subchefe de Polícia do Rio Grande do Sul, delegado Fábio Motta Lopes.

O encontro ocorreu de forma virtual e contou ainda com a participação do procurador regional eleitoral, Fábio Venzon, do titular da Delegacia Regional de Investigação e Combate ao Crime Organizado, delegado federal Alessandro Lopes, e do chefe da Delegacia de Defesa Institucional, delegado federal João Luiz Correa da Rocha. Também se manifestaram pelo TRE-RS o diretor-geral, Josemar Riesgo, o secretário judiciário, Rogerio Vargas e o gerente do Núcleo de Ouvidoria, Augusto Schulz.

Os participantes, de forma unânime, decidiram não ser necessário utilizar força federal no RS, medida que é alvo de consulta pelo TSE a todos os estados, por entenderem que a Segurança Pública do RS, representada pela Brigada Militar e Polícia Civil, somada à Polícia Federal, têm plenas condições de garantir a segurança das eleições, dos eleitores e mesários, bem como as autoridades envolvidas no pleito.

Além de abordar aspectos gerais de segurança do dia das eleições 2020, a reunião teve por objetivo coordenar esforços dos órgãos envolvidos no sentido de combater a desinformação, as chamadas “notícias falsas”, que tanto ameaçam a lisura das eleições.

O pleito está marcado para o próximo dia 15 de novembro em todo o país, em primeiro turno, ficando para o dia 29 de novembro o segundo turno, nas cidades onde houver necessidade.

Fonte: TRE-RS

Fonte: Conselho Nacional de Justiça - CNJ