Doria prorroga quarentena em SP até dia 22

06/04/2020

A medida entra em vigor a partir de quarta-feira, 8.

 

Em coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira, 6, o governador de São Paulo, João Doria, decidiu prorrogar a quarentena no Estado por mais 15 dias, até o dia 22 de abril, na tentativa de evitar a propagação do novo coronavírus. A medida entra em vigor a partir de quarta-feira, 8.

Doria decidiu dobrar o período de isolamento social, iniciado no dia 24 de março, por conta do aumento no número de infectados pelo coronavírus em São Paulo.

Em reunião com 15 médicos do Centro de Contingência do coronavírus, apontou-se que o contágio já chegou a 100 cidades paulistas e mais de 400 hospitais públicos e privados. Projeções apontam que prolongar o distanciamento social pode evitar mais de 160 mil mortes em todo o Estado.

O governador afirma que há um consenso entre praticamente todas as autoridades médicas sobre o isolamento para salvar vidas. “Aqueles que incentivam a vida normal, me pressionam para agir contra nossos princípios e contra os princípios da medicina, a eles pergunto: vocês estão preparados para carregar os caixões com as vítimas do coronavírus?”

Doria afirmou ainda: “Nenhuma aglomeração de nenhuma espécie em nenhuma cidade de São Paulo será admitida. As guardas municipais ou metropolitanas deverão agir e, se necessário, recorrer à Polícia Militar para que imediatamente possa haver a dissipação de qualquer movimento ou aglomeração de pessoas. Esta é uma deliberação que deverá ser rigorosamente seguida pela população do estado de São Paulo na defesa de suas vidas e de seus familiares.”

As determinações do decreto anterior se mantêm as mesmas, com comércios fechados e apenas os serviços essenciais funcionando, como supermercados e farmácias.

Casos

São Paulo concentra o maior número de mortes e casos de covid-19. De acordo com dados da Secretaria Estadual da Saúde, o Estado tem 275 óbitos e 4.620 casos confirmados da doença.

Fonte: Migalhas