Recadastramento de beneficiários do Ipesp deixa de ser feito por meio do Banco do Brasil; confira as regras

13/02/2020

Advogadas e advogados aposentados pelo Instituto de Pagamentos Especiais do Estado de São Paulo (Ipesp) devem ficar atentos à alteração de regra relacionada ao recadastramento dos beneficiários, alerta a Comissão Especial de Defesa de Direitos junto ao Ipesp da OAB SP.

A partir de 2020 o procedimento deixa de ser realizado por meio do Banco do Brasil e passa a ocorrer conforme as normas que constam na página da Secretaria da Fazenda e Planejamento do governo.

Clique aqui e confira as regras.

 

Fonte: OAB-SP