Momento do país pede mais do que otimistas: exige entusiastas?, avalia Caio Augusto em posse da OAB São Pedro

15/02/2019

Em casa cheia, diretores Secionais da OAB SP marcaram presença na cerimônia de posse dos eleitos da Subseção de São Pedro (12/02) para o triênio 2019/2021. Logo após cumprimentar os dirigentes locais por sua conquista, o presidente da instituição, Caio Augusto Silva dos Santos, destacou que o diálogo entre advocacia, autoridades e o cidadão se torna cada vez mais fundamental para que o Brasil evolua sem perder conquistas civilizatórias. “Nós passamos por um momento de dificuldade no país”, ponderou. “Há muitas expectativas em jogo e várias são as mudanças pretendidas. É preciso reconhecer que é chegado o momento de sermos mais do que otimistas: devemos ser entusiastas”, disse e continuou: “O otimista é aquele que torce para dar certo. O entusiasta é quem ajuda a fazer com que as coisas deem certo”.
 
O dirigente da Ordem participou da cerimônia solene de posse de Luís Antonio Claret Olivieri (presidente), Aldo Nunes (vice-presidente), Luciano Pereira de Souza (secretário-geral), Henrique Roberto Leite (secretário-adjunto) e Márcia Mazzini (diretora-tesoureira). Junto com ele, marcaram presença na ocasião o vice-presidente da Secional, Ricardo de Toledo Santos Filho; o secretário-geral, Aislan Trigo; e a secretária-geral adjunta, Margarete Lopes.

Caio Augusto destacou que para cumprir função social e contribuir com o desenvolvimento de ambiente do país, a advocacia precisa trabalhar com entusiasmo em relação às mudanças necessárias de modo que, ao mesmo tempo, defenda conquistas de direitos fundamentais alcançadas após muito empenho em um Estado Democrático de Direito, cujo objetivo estrutural único é atender o cidadão - que precisa ter voz. 

Para que avanços aconteçam, impunidade e corrupção precisam ser combatidas. "O estado de São Paulo agrega mais de 350 mil advogados e advogadas, os quais defendem direitos e realizam denúncias diariamente. De nada adiantaria a legislação ter previsão de direitos se não houvesse a oportunidade de defendê-los. E a materialização disso se dá pelas mãos da advocacia", pontuou. O papel da advocacia nesse contexto é fundamental, já que a condição de indispensável à administração da Justiça dada ao profissional, determinada pelo artigo 133 da Constituição Federal, traz a responsabilidade de apresentar a visão de mundo das pessoas às autoridades constituídas.

Momento de ação
O presidente da Ordem paulista disse, ainda, que a classe vai contribuir com todas discussões relevantes sem receio de incomodar quem quer que seja: “Sabemos que debates não desagradam as autoridades de espírito, pois estas saberão dialogar com a advocacia”. 

Já o presidente reeleito da OAB de São Pedro, Luís Olivieri, disse que a Subseção ‘cresceu trinta anos em cinco’ e citou mudanças realizadas no município às quais a Ordem pôde contribuir de algum modo, como com a criação da 2ª vara judicial. Por fim, reforçou compromissos. “Nossa atuação seguirá voltada ao único objetivo de trazer benefícios à advocacia e ao jurisdicionado”, disse.

A diretora da Caixa, Raquel Tamassia, representou o braço de assistência da Ordem. Lembrou que a CAASP tem por finalidade garantir a dignidade da classe por meio da implementação de meios para o pleno exercício de seus direitos fundamentais. Citou serviços, que incluem livraria, farmácia e serviços médicos. “O foco da gestão é ampliar os benefícios oferecidos à classe por meio de planejamento estratégico e visando inovação”.

Participaram do evento o prefeito Hélio Zanatta; o presidente da Câmara Municipal, Cássio Capellari; e os juízes Adriene de Moura David (diretora do fórum trabalhista de Piracicaba e São Pedro) e Luis Carlos Martins (diretor do fórum local). 

Em paralelo à solenidade, o título de cidadão do município foi entregue ao presidente da Secional paulista da Ordem

Fonte: OAB São Paulo