Para magistrados, limitar recursos tornará Judiciário mais eficiente

14/02/2019

Limitar recursos judiciais, alterar a competência do Supremo Tribunal Federal para atuar apenas como corte constitucional e limitar o efeito suspensivo dos recursos, que deve ser exceção, e não a regra. Estas são as três iniciativas apontadas por juízes de primeiro e segundo graus capazes de tornar o Judiciário mais eficiente.

De outro lado, a criação de sistema nacional de leilão judicial, informatizado e controlado pelo Poder Judiciário, foi a alternativa menos assinalada. Os dados são da pesquisa “Quem somos: a magistratura que queremos”, feita pela Associação de Magistrados Brasileiros (AMB) com cerca de 4 mil magistrados.

Os magistrados responderam também sobre quais medidas podem ser indicadas para aproximar a população dos serviços do Judiciário. Segundo os pesquisados, favorecer a conciliação prévia extrajudicial e promover campanhas educativas que familiarizem a população com os seus direitos e com os procedimentos legais são as melhores iniciativas.

Clique aqui para ler a pesquisa.

Fonte: Revista Consultor Jurídico