Para minimizar impacto de cortes no orçamento, TRT de Goiás anuncia mudanças

22/01/2016

Com corte drástico no Orçamento de 2016 — de 90% nas verbas de investimento e de 29,61% nas de custeio —, o Tribunal Regional do Trabalho 18ª Região (GO) está tomando medidas para minimizar os impactos, não prejudicar o atendimento ao cidadão nem comprometer o andamento dos processos.

Dentre outras ações, o TRT-18 passou a atender o público externo das 8h às 16h, e o expediente interno vai começar às 7h e será encerrado às 17h. Não houve redução na jornada de trabalho dos servidores. Os outros tribunais regionais do Trabalho do país também estão adotando medidas semelhantes ou mais severas.

“É preciso esclarecer a população que a redução do atendimento presencial não implicará prejuízo às atividades do tribunal, porque as ferramentas eletrônicas utilizadas pela Justiça do Trabalho, por meio do Processo Judicial Eletrônico (PJe-JT), diminuem a necessidade da presença física de partes e advogados”, declarou o TRT-18.

O tribunal também está reduzindo despesas com água, luz, telefonia, material de consumo e permanente, bem como com a contratação de estagiários, adolescentes trabalhadores e pessoal terceirizado na área de serviços gerais. Com informações da Assessoria de Imprensa do TRT-18

Fonte: Conjur