ICMS/MS - Número de empresas abertas em outubro de 2019 é o maior dos últimos 10 anos em MS

07/11/2019
  Campo Grande (MS) – O número de novas empresas abertas em Mato Grosso do Sul no mês de outubro de 2019 foi o maior dos últimos 10 anos, segundo informa o balanço da Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul), órgão vinculado à Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar). Foram abertas 636 empresas em outubro deste ano. O maior número para o mês havia sido registrado em 2009, com 659 empresas constituídas.

O saldo acumulado de janeiro a outubro também é o melhor desde 2014. Nos 10 primeiros meses de 2019 foram constituídas 6.098 empresas, enquanto em igual período de 2014 foram abertas 5.797 empresas. “Na análise por Setor Econômico, o maior crescimento foi registrado no setor Indústria: foram abertas 31 novas indústrias em outubro de 2019, e no mesmo período do ano passado foram criadas 23. No setor de Serviços foram abertas 382 empresas. Já no Comércio, foram constituídas 223”, informa o presidente da Jucems, Augusto de Castro. (Confira a tabela abaixo).

Setor Econômico Outubro/2018 Outubro/2019 Crescimento %
Serviços 334 382 48 14,37%
Comércio 181 223 42 23,20%
Indústria 23 31 8 34,78%
Total 538 636 98 18,22%

Na avaliação do secretário Jaime Verruck, da Semagro, o desempenho crescente na abertura de empresas em Mato Grosso do Sul “comprova aquilo que alguns indicadores têm mostrado, que é um crescimento decorrente do nível de investimentos que nós temos no Estado e também das perspectivas positivas para o início de novos empreendimentos”.

“As pessoas abrem empresa ou pelo crescimento econômico, ou porque elas têm uma perspectiva de que ocorra alguma alteração positiva de cenário, que transmita confiança. Em Mato Grosso do Sul, existe um conjunto de fatores econômicos que tem propiciado essa condição. Primeiro, pelo volume de investimentos que o Estado tem atraído e pelos ajustes feitos pelo Governo do Estado para manter em dia o pagamento do salário dos servidores”, comenta o titular da Semagro.

O crescimento do setor da indústria também foi destacado pelo secretário, “pois ele impacta nas contratações da construção civil. Outro ponto importante é o crescimento nos setores do Comércio e de Serviços, que são essencialmente micro e pequenas empresas, segmento para o qual também adotamos uma série de medidas de fomento”.

A combinação da política de desenvolvimento implantada pelo Governo do Estado, com as medidas do Governo Federal para a aquecer a economia do país, têm criado um ambiente favorável para a abertura de novas empresas. “Esse é o resultado de uma política econômica consistente e do aumento no nível de confiança em nosso Estado. Por um outro lado, também houve melhoria nas condições da economia brasileira, a redução na taxa de juros, a sinalização da retomada do crescimento, mesmo que de forma lenta e a Lei da Liberdade Econômica. Esses fatores têm criado um cenário positivo e de grandes mudanças na economia, principalmente quando se olha a questão do ambiente de negócios em Mato Grosso do Sul e de uma expectativa de confiança positiva para o Brasil”, finalizou Jaime Verruck.

Marcelo Armôa – Assessoria de Comunicação da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro)

Fonte: SEFAZ MS