ICMS/RS - Souza Cruz pede ajuda no combate ao contrabando de cigarros

29/05/2019

Em encontro com o governador Eduardo Leite na manhã desta quarta-feira (29/5), no gabinete do Palácio Piratini, diretores da Souza Cruz pediram ajuda do Estado para combater o contrabando de cigarros. Segundo a empresa, que tem 13 unidades, emprega 2,8 mil pessoas e conta com 10,7 mil produtores integrados no Rio Grande do Sul, 54% do mercado consumidor é informal no Estado, o que representa uma perda de R$ 359 milhões em arrecadação (ICMS) devido à evasão fiscal.

Defendendo que os cigarros ilegais não têm controle e não geram recursos para o governo, o vice-presidente Jurídico da empresa, Rinaldo Zangirolami, e o diretor de Relações Institucionais e Governamentais da Souza Cruz, Delcio Sândi, pediram suporte do governador no debate público sobre o tema e também integração com outros Estados e a União nos serviços de inteligência das forças de segurança.

“Reconheço que é uma indústria importante para o Rio Grande do Sul, tanto em arrecadação quanto geração de empregos, e que há uma demanda pelo produto. Por isso, contem conosco nesse debate, pois informação é fundamental, e já estamos focados no combate ao crime e, com certeza, seremos parceiros de iniciativas que melhorem a segurança”, afirmou Leite.

Fonte: SEFAZ RS