IFRS17: novas normas para contabilização de contratos de seguros

11/07/2018

O Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (Sindseg/RS), promoveu no último dia 5 de julho um importante encontro sobre as novas normas para contabilização de contratos de seguros: IFRS 17. O workshop contou com palestra de Flavia Vieira Pereira, consultora da SulAmérica Seguros, e contou com a participação efetiva dos operadores do mercado local.

Segundo a PwC Brasil, está claro que uma norma robusta era necessária. “O IFRS 4 atual permite uma série de políticas contábeis diferentes, resultando em falta de comparabilidade, até mesmo dentro dos grupos de seguradoras”, afirma relatório da organização. “É possível traçar paralelos com o regime Solvência II, na Europa, para o qual as seguradoras realizaram grandes projetos de implementação, além de investimentos significativos em sistemas e processos”, completa.

As implicações financeiras e operacionais da adoção do IFRS 17 variam de acordo com cada seguradora. Entretanto, as novas regras representam uma mudança fundamental nas práticas contábeis na maioria das companhias e criará um enorme desafio para grande parte do setor. “É possível otimizar a adoção, tanto de forma operacional, quanto em termos de desempenho financeiro”, analisou a consultoria.

“A partir de 2021 entra em operação esse novo modelo, baseado em experiências mundiais. Sempre importante que as companhias estejam atentas para fase de adaptação e transformação de processos seja menos traumática”, comentou Guacir de Llano Bueno, presidente do Sindseg/RS.

Fonte: Portal Contábil SC