Marcos Jorge afirma que elaboração do Rota 2030 está em fase final

24/01/2018

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, assegurou a empresários da indústria automotiva que o MDIC trabalha para concluir, em breve, texto da nova política para o setor, o Rota 2030. “Estamos fazendo ajuste fino, já no âmbito da Presidência da República para que possamos estar nos próximos meses anunciando esse trabalho”, disse.

Durante evento que marcou os 60 anos da japonesa Toyota no Brasil, na capital paulista, Marcos Jorge relembrou o trabalho conjunto realizado durante o ano de 2017, envolvendo diversos órgãos do governo e da iniciativa privada para elaborar a política. “A discussão sobre a nova política automotiva tem estendido não apenas às indústrias, mas a toda a cadeia, incluindo trabalhadores, segmento de autopeças, nem sempre atendendo a todos, mas buscando convergência. Todos tiveram que fazer concessões”, explicou.

O MDIC liderou mais de cem encontros, divididos em grupos de trabalho técnicos, com o objetivo de estabelecer um conjunto de regras para os próximos 15 anos. “Temos que pensar o futuro. Queremos o Brasil um país forte com sua indústria automotiva. Todas as principais economias do mundo têm política automotiva robusta. Isso tem se refletivo no exercício de 2017. Números do IEDI (Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial) mostram que dos 2,3% de crescimento da indústria nacional, de janeiro a novembro, 50% se deveu à cadeia automotiva”, acrescentou o ministro.

A nova política automotiva foi construída com base em eixos como o fortalecimento da cadeia produtiva, estímulo à pesquisa e desenvolvimento, ganhos em eficiência energética e inserção da indústria brasileira nas cadeias globais de valor. Em relação aos veículos com novas tecnologias de propulsão, o MDIC propõe alteração das alíquotas de IPI incidentes sobre os veículos híbridos e elétricos, de forma a reduzir o custo final e estimular a compra do produto no mercado nacional.

Fonte: MDIC