PR: Produtor emitirá nota eletrônica a partir de janeiro

19/12/2017

A partir de 1° de janeiro de 2018, o produtor rural não precisará mais ir até a prefeitura do município para prestar contas das operações interestaduais (vendas para outros Estados). Será possível emitir a Nota Fiscal do Produtor Eletrônica (NFP-e) acessando o Portal Receita PR (receita.pr.gov.br). O assunto foi abordado, na última quinta-feira, no Sindicato Rural de Ponta Grossa, que tradicionalmente realiza o ‘Quinta com Café’, onde a cada semana um tema de relevância é abordado.

Para falar sobre o assunto, o sindicato convidou Otto Ferreira de Assis Sampaio, da delegacia regional da Receita Estadual em Ponta Grossa. Segundo o presidente do Sindicato Rural, Gustavo Ribas Netto, a nota eletrônica será um facilitador. “A partir de janeiro, o produtor poderá emitir a nota eletrônica, mas tem até um ano para entrar neste processo. Até começo de 2019, ele terá que começar a emitir a nota eletrônica, então é preciso esclarecer as dúvidas de como tem que ser feito, quais os procedimentos terá que adotar porque hoje ele tira o bloco na prefeitura e agora terá que fazer on-line”, diz o presidente.

O novo modelo trará economia de tempo para o usuário, redução dos gastos públicos e menor impacto ao meio ambiente.

Nota

A partir da adoção da Nota Fiscal do Produtor Eletrônica não será mais permitido o uso da Nota Fiscal do Produtor Rural em papel nas operações com outro Estado. Para as operações dentro do Paraná essa opção continuará válida. Nos últimos dois anos, 35 mil produtores fizeram operações interestaduais e cerca de 470 mil produtores rurais estão ativos nos registros da Receita Estadual.

A orientação é para que o produtor não deixe para se enquadrar na última hora, justamente para não correr o risco de ter problemas na emissão da NFP-e.

Fonte: Jornal Diário dos Campos